Dicas

Quer se sentir melhor e ter mais qualidade de vida?
É só navegar pelas nossas dicas.

Voltar

A importância das refeições em familia

Quinta-feira | 12.02.2015 | à 16:30


A rotina corrida faz com que muitas vezes não tenhamos tempo para realizar as refeições nos horários corretos, muito menos em família. De acordo com algumas pesquisas realizadas no Brasil, em média, 30% a 40% das famílias não fazem a refeição do jantar juntas de cinco a sete noites por semana. Ainda de acordo com este mesmo levantamento, a hora do almoço em casa, junto com os familiares, tem sido trocada por sanduíches na lanchonete ou por uma refeição em frente à TV ou computador.
Mas você sabia que reunir a família em volta da mesa trás uma série de benefícios para a saúde? Esse momento possibilita maior troca de conhecimentos e experiências que proporcionam mais satisfação e segurança, principalmente para adolescentes em suas relações extrafamiliares. O diálogo durante as refeições também é importante para ajudar a aprimorar o vocabulário de crianças mais jovens e, além disso, as refeições realizadas em família aumentam a conexão entre pais e filhos e possibilitam a adoção de hábitos alimentares mais saudáveis. Segundo pesquisadores da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, crianças que realizam suas refeições em família costumam consumir maiores quantidades de frutas, verduras, legumes, grãos e alimentos com alto teor de nutrientes importantes para a saúde em comparação àquelas que comiam separados das suas famílias. Entre os adolescentes, àqueles que faziam pelo menos sete refeições por semana em família consumiam menos fast foods e snacks durante o dia.
Procure planejar e encaixar as refeições em família na sua rotina. Separamos aqui algumas dicas que podem te ajudar:

    Escolha um momento em que todos possam participar e que inclua uma preparação saborosa que agrade ao paladar de todos;
    Planeje o cardápio e a compra dos ingredientes. Vale até pedir ajuda da família sobre ideias e mesmo para a compra de todos os itens necessários;
    Se seu problema é tempo para cozinhar, tente fazer alguma preparação nos fins de semana ou no seu tempo disponível e, caso seja necessário, congele;
    Envolva seus filhos no preparo dos alimentos, esse processo pode ajudar na criação de hábitos mais saudáveis e maior conhecimento sobre os alimentos.
    Torne o ambiente mais calmo e tranquilo para que todos possam aproveitar, deixando de lado as cobranças e as tensões do dia a dia.

Essas pequenas atitudes podem trazer benefícios para a saúde de toda família e Plusvita tem sempre uma opção ideal para deixar esses momentos ainda mais saborosos, escolha o seu!
Referências:
Eisenberg ME, Olson RE, Neumark-Sztainer D, Story M, Bearinger LH. Correlations Between Family Meals and Psychosocial Well-being Among Adolescents. Arch Pediatr Adolesc Med, 2004;158(8):792-796.
Feldman S, Eisenberg ME, Neumark-Sztainer D, Story M. Associations between Watching TV during Family Meals and Dietary Intake Among Adolescents. Journal of Nutrition Education and Behavior, 2007; 39(5):257–263.
Hammons AJ, Fiese BH. Is Frequency of Shared Family Meals Related to the Nutritional Health of Children and Adolescents? Pediatrics, 2011; 127(6):e1565-e1574.
Kerri N Boutelle, Jayne A Fulkerson, Dianne Neumark-Sztainer, Mary Story and Simone A French. Fast food for family meals: relationships with parent and adolescent food intake, home food availability and weight status. Public Health Nutrition, 2007; 10:16-23.
Rossi A, Moreira EAM, Rauen MS. Determinants of eating behavior: a review focusing on the family. Rev Nutr, 2008; 21(6): 739-748.


A importância das refeições em familia

A rotina corrida faz com que muitas vezes não tenhamos tempo para realizar as refeições nos horários corretos, muito menos em família. De acordo com algumas pesquisas realizadas no Brasil, em média, 30% a 40% das famílias não fazem a refeição do jantar juntas de cinco a sete noites por semana. Ainda de acordo com este mesmo levantamento, a hora do almoço em casa, junto com os familiares, tem sido trocada por sanduíches na lanchonete ou por uma refeição em frente à TV ou computador.
Mas você sabia que reunir a família em volta da mesa trás uma série de benefícios para a saúde? Esse momento possibilita maior troca de conhecimentos e experiências que proporcionam mais satisfação e segurança, principalmente para adolescentes em suas relações extrafamiliares. O diálogo durante as refeições também é importante para ajudar a aprimorar o vocabulário de crianças mais jovens e, além disso, as refeições realizadas em família aumentam a conexão entre pais e filhos e possibilitam a adoção de hábitos alimentares mais saudáveis. Segundo pesquisadores da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, crianças que realizam suas refeições em família costumam consumir maiores quantidades de frutas, verduras, legumes, grãos e alimentos com alto teor de nutrientes importantes para a saúde em comparação àquelas que comiam separados das suas famílias. Entre os adolescentes, àqueles que faziam pelo menos sete refeições por semana em família consumiam menos fast foods e snacks durante o dia.
Procure planejar e encaixar as refeições em família na sua rotina. Separamos aqui algumas dicas que podem te ajudar:

    Escolha um momento em que todos possam participar e que inclua uma preparação saborosa que agrade ao paladar de todos;
    Planeje o cardápio e a compra dos ingredientes. Vale até pedir ajuda da família sobre ideias e mesmo para a compra de todos os itens necessários;
    Se seu problema é tempo para cozinhar, tente fazer alguma preparação nos fins de semana ou no seu tempo disponível e, caso seja necessário, congele;
    Envolva seus filhos no preparo dos alimentos, esse processo pode ajudar na criação de hábitos mais saudáveis e maior conhecimento sobre os alimentos.
    Torne o ambiente mais calmo e tranquilo para que todos possam aproveitar, deixando de lado as cobranças e as tensões do dia a dia.

Essas pequenas atitudes podem trazer benefícios para a saúde de toda família e Plusvita tem sempre uma opção ideal para deixar esses momentos ainda mais saborosos, escolha o seu!
Referências:
Eisenberg ME, Olson RE, Neumark-Sztainer D, Story M, Bearinger LH. Correlations Between Family Meals and Psychosocial Well-being Among Adolescents. Arch Pediatr Adolesc Med, 2004;158(8):792-796.
Feldman S, Eisenberg ME, Neumark-Sztainer D, Story M. Associations between Watching TV during Family Meals and Dietary Intake Among Adolescents. Journal of Nutrition Education and Behavior, 2007; 39(5):257–263.
Hammons AJ, Fiese BH. Is Frequency of Shared Family Meals Related to the Nutritional Health of Children and Adolescents? Pediatrics, 2011; 127(6):e1565-e1574.
Kerri N Boutelle, Jayne A Fulkerson, Dianne Neumark-Sztainer, Mary Story and Simone A French. Fast food for family meals: relationships with parent and adolescent food intake, home food availability and weight status. Public Health Nutrition, 2007; 10:16-23.
Rossi A, Moreira EAM, Rauen MS. Determinants of eating behavior: a review focusing on the family. Rev Nutr, 2008; 21(6): 739-748.


Quinta-feira | 12.02.2015 | à 16:30